Events around Arca da Criação

5º Encontro de Diáconos

5º Encontro de Diáconos

Saturday 19:30 (28 April)
Assembleia de Deus no Meudon, Teresópolis

17º Desfile Solidário Caccst

17º Desfile Solidário Caccst

Saturday 14:00 (19 May)
Fluminense Football Club, Rio de Janeiro

Retiro Internacional Para Leigos Toca de Assis

Retiro Internacional Para Leigos Toca de Assis

Friday 07:00 (07 September)
Toca Rio, Rio de Janeiro

Quinta Sessions com Haroldo Mauro Jr. Trio

Quinta Sessions com Haroldo Mauro Jr. Trio

Thursday 20:30 (26 April)
Olho da Rua, Botafogo

Quinta Sessions com Haroldo Mauro Jr. Trio

Quinta Sessions com Haroldo Mauro Jr. Trio

Thursday 20:30 (24 May)
Olho da Rua, Botafogo

Luedji Luna no Rio de Janeiro!

Luedji Luna no Rio de Janeiro!

Sunday 17:00 (29 April)
Galpão Ladeira das Artes, Rio de Janeiro

Aula Aberta : Bateria Exagerada

Aula Aberta : Bateria Exagerada

Wednesday 20:00 (25 April)
Maracatu Brasil, Rio de Janeiro


Entre a salvação e a escravidão africana - Padre Antônio Vieira

Entre a salvação e a escravidão africana - Padre Antônio Vieira


When?

Start time: Tuesday 19:30 (17 April)
End time: Tuesday 22:30 (17 April)

Where?

Arca da Criação
Rua Alice, 1447 - Laranjeiras, Rio de Janeiro

About

Queridas e queridos, com alegria a Arca da Criação convida a todos para a Palestra “Entre a salvação e a escravidão africana: o padre Antônio Vieira e o Sermão a irmandade da Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em 1633”, ministrada por Luiz Pedro Dario filho

Dia 17 de abril, terça-feira, às 19:30.

Esperamos vocês!

Os jesuítas tiveram importante participação na formação da sociedade colonial brasileira. Possuindo forte intuito missionário, de catequese e conversão dos indígenas ao catolicismo, se colocaram em diversos momentos contrários a escravidão dos nativo americanos. No entanto, e no que toca a escravidão africana? Como teriam se posicionado os padres da Companhia de Jesus? Um sermão de 1633 do padre Antônio Vieira - um dos mais influentes jesuítas do século XVII - pode nos ajudar a pensar a questão. Construtor de um dos primeiros textos jesuíticos abarcando a questão da escravidão negra, Vieira produz uma síntese diferente da apresentada anteriormente sobre o cativeiro indígena. A escravidão negra, aos seus olhos, não é vista como impeditivo à salvação das suas almas. Pelo contrário, o martírio nas lavouras coloniais é considerado como parte do seu processo de salvação. Ao analisar segmentos do sermão proferido pelo jesuíta, pretendo propor uma reflexão sobre esses sentidos por ele produzidos e sua influência para a sociedade escravista que ali se formava. Como herdeiros, mesmo que indiretamente, daquele mundo, acredito que essa seja uma reflexão relevante para pensar a realidade social dos tempos atuais.

"Em um engenho sois imitadores de Cristo crucificado: Imitatoribus Christi crucifixi - porque padeceis em um modo muito semelhante o que o mesmo Senhor padeceu na sua cruz e em toda a sua paixão. A sua cruz foi composta de dois madeiros, e a vossa em um engenho é de três. (...) A Paixão de Cristo parte foi de noite sem dormir, parte foi de dia sem descansar, e tais são as vossas noites e os vossos dias. Cristo despido, e vós despidos; Cristo sem comer, e vós famintos; Cristo em tudo maltratado, e vós mal-tratados em tudo. Os ferros, as prisões, os açoites, as chagas, os nomes afrontosos, de tudo isto se compõe a vossa imitação, que, se for acompanhada de paciência, também terá merecimento de martírio." (Padre Antônio Vieira, Sermão para a irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em 1633)

Luiz Pedro Dario Filho –
Historiador com graduação e mestrado pela Universidade Federal Fluminense. É atualmente doutorando em história social dentro da mesma instituição.

Sua formação esteve voltada para o estudo do Império português da época moderna e do Brasil colonial. Tem pesquisa cujo enfoque é São Paulo, com ênfase na compreensão da vida social, política e institucional do século XVII. Possui experiência com a leitura, compreensão e análise de diversos tipos de documentos manuscritos do período.
Valor de troca antecipado: 30,00
Valor de troca no dia: 35,00

Inscrições antecipadas mediante depósito bancário para a seguinte conta:
ITAÚ
Ag: 0272
C/c: 79098-1
CPF: 331.073.188-09
Simone G Cunha

>> ATENÇÃO - Serão confirmadas as inscrições após envio do comprovante de depósito para o e-mail: palestraluizpedro@gmail.com <<
Informações:
Simone Cunha - (21) 98181-2468
Facebook: simone.cunha.756
Local: Arca da Criação – Rua Alice, 1.447, casa 101 - Laranjeiras – Rio de Janeiro - RJ